Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© outro lado da luz

temporadas com dez capítulos de dois minutos cada.

© outro lado da luz

temporadas com dez capítulos de dois minutos cada.

© Phil & Penny #7

© outro lado da luz(capítulo #6)

as duas voluntárias não tinham onde dormir. Phil lembrou-nos que a secção feminina do hospital de campanha continuava por estrear e era um excelente motivo para as deixarmos instalar-se lá. as camas eram confortáveis e estavam na aldeia das mulheres. os anciões aprovaram a sugestão e assim foi. durante três semanas, tivemos duas jovens alemãs a viver mesmo ao lado da nossa casa. este voluntariado fazia parte da avaliação da licenciatura. como a nossa escola não parava aos fins-de-semana, elas estiveram sempre disponíveis todos os dias. as raparigas mais velhas aproveitaram ao máximo a sua presença. fiz questão que as minhas alunas avaliassem as voluntárias e deixaram-me orgulhosa com o resultado. fizeram um video em que falavam da disponibilidade total das jovens alemãs e no video demonstraram o que tinham aprendido a fazer. enviaram-no por email para o tutor das duas voluntárias. Esperança e Aurora riam muito quando estavam juntas, encantavam as mulheres e todas as mães procuravam tê-las sempre juntas. o riso era contagiante. faziam festinhas no rosto uma da outra e riam de pura felicidade. por causa disso, não as podíamos ter no berçário pois acordavam as outras crianças. tinham sido concebidas na mesma noite, alguma coisa tinha originado esta sincronia na forma como se relacionavam uma com a outra. os meus sogros estavam a tornar-se cansativos com a ladainha de que nos queriam dar uma festa de casamento. o que implicaria interromper a escola pelo menos por uma semana e deixar a tribo sem médico. estávamos os dois a sufocar com a insistência. então resolvemos conversar com os anciões, pois nenhum de nós era capaz de desleixar a sua responsabilidade. queriamos saber se havia hipótese de usarmos três dos ninhos de amor para albergar os pais e os irmãos de Phil e se lhes podíamos dar a festa do nosso casamento, que eles tanto queriam. implicava as mulheres e os homens abdicarem de três ninhos de amor pelo menos durante uma semana e terem estranhos a coabitar as aldeias. o ancião debateu com os homens e a anciã consultou as mulheres. 

(continua)

© Phil & Penny #6

© outro lado da luz(capítulo #5)

comprámos mais painéis solares e oferecêmo-lhes uma aparelhagem com radio. os técnicos electrificaram o edifício com ligação terra. os homens estavam renitentes quanto a estas modernices mas, após constatarem a sua utilidade na aldeia das mulheres, ganharam coragem. era como um salão de convívio e, também, um salão de baile quando convidavam as esposas para os visitar. o enfermeiro ensinou-lhes como usar a aparelhagem, pois os homens só se entendiam com o radio. quando perceberam de que o gira-discos era capaz, começaram a requisitar discos além de livros, na biblioteca, quando íamos à cidade. enviei um email para a sucursal da UNESCO a contar-lhes, e a equipa com quem eu trabalho ofereceu-lhes uma colecção de jazz e de cantores nacionais. eu temi que a aldeia se ocidentalizasse, mas as raízes falam mais alto, os homens e as mulheres aceitaram os discos, como tinham aceite os livros, como um meio de convívio e ficaram gratos com o que têm. conheci os meus sogros em videoconferência. são uns amores e ficaram tão encantados com a neta que passaram a enviar-lhe vestidinhos adequados ao clima. tornou-se um hábito conversar com eles ao fim-de-semana. nós temos mais uma hora de diferença. aos sábados de manhã, às dez horas, já Aurora tinha dormido uma sesta, pois acordávamos antes do nascer do sol, tinhamos uma hora de conversa com os avós. um dia houve finalmente a aprovação para a sucursal avançar com a compra de três computadores. tivemos de esperar uma semana. eu estava para além de eufórica, isso significava que havia um computador para três alunas o que simplificava a divisão do uso entre as mais velhas e lhes permitia trabalhar em grupo sem interrupções de horários, para dar a vez umas às outras. quando estava tudo operacional, vieram duas voluntárias, especializadas em informática, ensinar-lhes tudo o que precisavam.

(continua)

Pág. 1/6

mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

temporadas

@outroladodaluz
@outroladodaluz

in memoriam

in memoriam

Kuki - A Minha Companheira de Vida
28 Abril 2003 - 01 Abril 2021

arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D